Sua melhor e mais completa fonte sobre a série "Reign" no Brasil! Online a 3 anos trazendo sempre as melhores notícias para os fãs.

Como foi anunciado, em 27 e 28 de maio de 2017 acontece em São Paulo e Rio de Janeiro o Fun Weeknd Con, uma convenção brasileira de Reign que contará com a presença de Adelaide Kane e Jonathan Keltz. Em parceria com o Mundo Entertainment, estaremos dando um desconto de 5% para os nossos leitores que comprarem QUALQUER desconto da convenção. Saiba como:

Para ganhar o desconto você deve:

1- Curtir nossa página no Facebook (clique aqui);

2- Seguir nosso Twitter (clique aqui);

Após isso, você pode mandar uma mensagem para nossa página no Facebook, ou uma DM (mensagem direta) no Twitter ou um e-mail (reignbr@gmail.com) e iremos encaminhar uma mensagem explicando como conseguir os descontos.

Para mais informações e preços da convenção, clique aqui.

Postador por Matheus Ferreira   em 11/02/2017   e arquivado em Uncategorized

13

Vamos combinar aqui – fazer série de época com o público adolescente como alvo não é uma tarefa fácil para ninguém, ainda mais quando se tem uma equipe que a quase 50 episódios ainda não se decidiu se fará algo romântico, histórico ou tentará dosar ambos os gêneros. Aí meus amigos leitores, fica difícil mesmo. Sendo assim, nada mais normal do que assistirmos um Season Premiere de “Reign” que seja ainda mais tedioso do que toda a segunda temporada, que sinceramente, não passou de um breu, poderia nunca ter acontecido que eu ficaria muito mais feliz.

O problema é que a gente sabe que o roteiro é para uma série assim como a base aliada é para um governo – se não existe, se está bagunçada e dispersa, nada vai funcionar e tudo vai dar errado. E infelizmente, é justamente isso que acontece com esse início da terceira temporada de “Reign”, ninguém se entende, ninguém sabe o que fazer e no saldo final temos mais um episódio sonolento, que não agregou em nada e que ainda não mostrou suas perspectivas para um novo ano.

Não me levem a mal, sou um fã de “Reign” declarado, mas aprecio e continuo gostando daquela série que assisti lá em 2013/2014, que tinha personagens fortes, uma história coesa, bem trabalhada e uma produção de época simplesmente brilhante. Infelizmente, hoje, vemos apenas esse último quesito funcionando muito bem, até porque, a equipe de Phillip Barker na direção de arte e de Meredith Markworth-Pollack nos figurinos são, muitas vezes, os atrativos que me mantém assistindo essa série.

A história? Temos aqui Mary e Francis reatando o amor, ficando felizes juntos enquanto Catherine é pega traindo seu reino e sendo preso num dos calabouços do castelo. Pronto, resumi quase 45 minutos de episódio em poucas linhas para você ver o quão chocho isso aqui ainda se encontra. Entretanto, é possível sim espremer algo bom deste início de terceiro ano tão arrastado e truncado – Megan Follows, nossa queria Rainha Catherine, que é a única atriz nesse elenco maçante sem expressões que ainda mostra que “Reign” pode ter salvação.

Vinda de uma performance simplesmente brilhante e memorável lá no final da segunda temporada, a atriz volta a encantar e surpreender com o pouco que tem visto que resolveram dizer ao telespectador que uma história romântica é muito mais importante que construção de personagens. É uma atriz que não se entrega fácil, dá o melhor de si em cenas que o roteiro se esforça a todo o custo para trazer diálogos vergonhosos e apesar de uma direção esculhambada, Megan consegue pegar toda a responsabilidade para si e nos entregar uma atuação visceral e digna de aplausos.

Outra coisa que acredito ser interessante em comentar é o fato dos roteiristas demonstrarem-se abertos a novas ideias. Digo isso porque lá na segunda temporada quando nos trouxeram a ideia de adicionar a Rainha Elizabeth a história, abri um largo sorriso pois finalmente teria a oportunidade de assistir a algo caprichado e com conteúdo. Felizmente, a personagem continuará e anseia por mais espaço na série e sinceramente? Espero e torço para que se torne uma personagem regular, pois só assim “Reign” voltará a ser aquela série que a gente espera semana após semana para assistir e ver o que vai acontecer, que tenha mais a oferecer do que um visual bonito, seja isto nas lindas paisagens da Irlanda (onde a série é gravada) ou na excelente equipe de produção que faz um trabalho soberbo na reconstituição de época.

Em suma, “Reign” retorna fazendo o mais do mesmo e insistindo na mesma chateação romântica que assombrou a segunda temporada. No entanto, a série possui bastante mecanismos para fazer deste terceiro ano, algo memorável para a própria produção, sua equipe, a CW e também ao público. Basta que Megan Follows ganhe mais espaço, a Rainha Elizabeth seja algo que realmente faça valer a história deste nome e roteiro e direção deem uma lapidada nos seus respectivos trabalhos.

Postador por Bernardo Vieira   em 12/10/2015   e arquivado em 3ª Temporada 3x01 Resenha Uncategorized

Post40

Confira a seguir as fotos promocionais do décimo quinto episódio da segunda temporada de Reign, o 2×16 – Tasting Revenge, que vai ao ar dia 12 de Março, na CW.

    

(Inicio > Reign (Série) > Stills > Segunda Temporada (2014-15) > 2.16 – ‘Tasting Revenge’)

 

 

Postador por Matheus Ferreira   em 20/02/2015   e arquivado em 2ª Temporada 2x16 Episódios Noticias Reign Stills Uncategorized

banner004

De acordo com o Walmart americano a Primeira Temporada de Reign chegará em DVD em Dezembro na América do Norte. O site já o colocou em pré-venda e anunciou que será oficialmente lançado em 31 de Dezembro de 2014. Confira abaixo a capa do DVD.

    

Infelizmente, DVDs de séries demoram de 2 á 6 meses a chegar no Brasil.

 

Postador por Matheus Ferreira   em 06/06/2014   e arquivado em 1ª Temporada Noticias Uncategorized

banner161

A CW divulgou um vídeo promocional das séries que irão ser exibida na temporada de 2014-15 – a partir de outubro. Há várias cenas de Reign e das séries novas, como The Flash e iZombie. Confira abaixo legendado:

Postador por Matheus Ferreira   em 16/05/2014   e arquivado em 2ª Temporada Noticias Promo Uncategorized

banner159

CW resolveu apostar em uma adaptação literária para “Reign“, uma das maiores revelações do canal no ultimo ano. A adaptação será escrita pela a escritora Lily Blake (“Branca de Neve e o Caçador”). O primeiro romance foi intitulado “The Phophecy” e será lançado em setembro desse ano nos EUA, porém antes a série vai ganhar um conto de 48 páginas em formato digital intitulado “Darkness Rises“, previsto para dia 20 desse mês de maio. Confira capas e sinopses abaixo:

“Darkness Rises”

    

Muito antes do reinado de Mary, outra potência governou a França. Nascido do sangue e terror, foi chamado de As Trevas (Darkness). Agora, a escuridão voltou, e Bash está determinado o parar antes que possa destruir as pessoas que ele mais ama.

Compre no Google Play (por R$4,49 e no idioma inglês)

“The Phophecy”

    

Desde que Mary, Rainha da Escócia, era uma criança, os Ingleses queriam seu país e sua coroa. Ela é enviada para a França para casar-se com o seu próximo Rei, para salvar a si mesma e seu povo — uma união que deveria protegê-la, mas existem forças que conspiram, forças da escuridão, forças do coroção.

Descubra o que acontece com Mary, Francis, Bash e o resto da corte francesa após o final da primeira temporada.

Longo seja seu reinado.

Créditos: O-Livreiro e Hachette Book Group.

Postador por Matheus Ferreira   em 15/05/2014   e arquivado em Livros Noticias Reign Uncategorized
© Reign Brasil • Alguns direitos reservados - Layout por JoshParrilla | Flaunt Network